Supremo está a um voto de manter norma antielisão

Supremo está a um voto de manter norma antielisão

Cinco ministros votaram até agora e todos reconheceram constitucionalidade da norma prevista no CTN

Por Joice Bacelo, Valor — Brasília

28/06/2020 16h07  Atualizado há 3 horas

O Supremo Tribunal Federal (STF) está a um voto de decidir sobre a aplicação da chamada “norma antielisão”. Prevista no Código Tributário Nacional (CTN), ela é muito usada pela fiscalização para desconstituir operações realizadas pelas empresas que reduzem a carga fiscal — os chamados planejamentos tributários.

Cinco ministros votaram até agora e todos eles reconheceram a constitucionalidade da norma, estabelecida pelo parágrafo único do artigo 116 do CTN. Só falta mais um voto para que se tenha a maioria. O julgamento, que estava no plenário virtual da Corte, foi suspenso por um pedido de vista do ministro Ricardo Lewandowski e não tem ainda uma nova data definida para ser retomado.

Mas já vem chamando a atenção dos especialistas. Segundo advogados, se confirmar o placar, a decisão retratará uma situação rara: os ministros terão se posicionado contra o pedido do contribuinte, mas a fundamentação adotada será favorável.

(…)

“Se prevalecer esse entendimento, interpreta o advogado Tiago Conde, sócio do escritório Sacha Calmon, o Fisco só poderá desconsiderar as operações realizadas pelas empresas se demonstrar que houve fraude ou simulação. “Muda completamente de valor. Porque hoje o Fisco joga e o contribuinte tem que correr atrás. Agora, pelo voto da relatora e já acompanhado por quatro ministros, estamos entendendo que o Fisco terá que comprovar que há ilícito”, diz. (…)”

Leia a íntegra

https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/06/28/supremo-esta-a-um-voto-de-manter-norma-antielisao.ghtml

 

 


Posts relecionados

Concurso público não pode vetar candidato alvo de processo criminal

Para Everton Moreira Seguro, especialista em Direito Penal do Peixoto & Cury Advogados,...

Superior Tribunal de Justiça garantiu alcance de julgamento ampliado

RETROSPECTIVA 2019 Superior Tribunal de Justiça garantiu alcance de julgamento ampliado Por Eduardo Vieira...

Fale conosco

Endereço
Rua Wisard, 23 – Vila Madalena
São Paulo/SP
Contatos

(11) 3093 2021
(11) 974 013 478