Covid-19 nos cadastros de saúde

Covid-19 nos cadastros de saúde

De preto e de louco todo o mundo entende um pouco; negar desigualdades afeta luta contra vírus

“De preto e de louco todo o mundo entende um pouco.” Costumo utilizar frequentemente essa expressão em minhas palestras e textos. E me lembrei dela, no domingo (26), quando uma jornalista de um importante jornal televisivo disse que “apenas 5% dos pretos” têm morrido de Covid-19.

É uma pena que num assunto tão sério como o das relações raciais, num país onde a maioria da população é negra (53%), não pudemos contar nessa reportagem com uma especialista que abordasse adequadamente esse tema.

 

“(…) Como esse, muitos equipamentos de saúde foram prejudicados pelo Brasil afora. O Inesc (Instituto de Estudos Socioeconômicos) aponta que, em 2019, o SUS perdeu R$ 20,2 bilhões em razão do teto de gastos, o que gerou a falta de leitos nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) inclusive nos estados do Norte e Nordeste, impedindo uma resposta mínima à pandemia.(…)”

Leia a íntegra do artigo aqui

 

 


Posts relecionados

A proteção patrimonial em tempos de crise

O planejamento patrimonial exige visão extremamente analítica, compreensão dos fatos e das relações...

Governo quer os militares em ações de preservação da Amazônia até 2022

Assessora política do Inesc, Alessandra Cardoso afirma que o governo, ao recorrer às operações...

Fale conosco

Endereço
Rua Wisard, 23 – Vila Madalena
São Paulo/SP
Contatos

(11) 3093 2021
(11) 974 013 478