Logo Valor

Especialistas mapeiam possíveis ilícitos cometidos

Especialistas mapeiam possíveis ilícitos cometidos

Caso de Bolsonaro, se comprovado, pode ser enquadrado como corrupção passiva

Por Cristian Klein — Do Rio

28/04/2020 05h00  Atualizado há 2 horas

Especialistas consultados pelo Valor afirmam que as acusações de Sergio Moro, ao se demitir do Ministério da Justiça, configuram pelo menos dois crimes cometidos pelo presidente Jair Bolsonaro. Ex-ministro da Justiça durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, o jurista e advogado criminalista José Carlos Dias entende que o relato de Moro, caso acompanhado de provas, mostra que Bolsonaro teria incorrido em falsidade ideológica e crime de responsabilidade.

“(…) Para o advogado em direito público e eleitoral Flávio Henrique Costa Pereira, também há indícios de que Bolsonaro tenham cometido o crime de falsidade ideológica. Moro afirmou ainda, em sua saída do ministério, que a exoneração de Valeixo não foi “a pedido”, ou seja, por vontade própria, como publicado no DOU, mas por determinação de Bolsonaro. Pereira, que subscreveu o pedido de impeachment contra a ex-presidente Dilma Rousseff – cujos autores foram Janaína Paschoal, Miguel Reale Jr e Hélio Bicudo – em 2015, considera que, se provado, também há evidência de corrupção passiva. (…)”

Leia mais

https://valor.globo.com/politica/noticia/2020/04/28/especialistas-mapeiam-possiveis-ilicitos-cometidos.ghtml

 


Posts relecionados

Logo Valor
STF julgará se é crime deixar de pagar ICMS declarado

Para Igor Mauler Santiago, do Mauler Advogados, já existe uma punição rigorosa fora...

Evo Morales renuncia à presidência da Bolívia

O advogado Saulo Stefanone Alle, especialista em Direito Internacional do Peixoto & Cury...

Fale conosco

Endereço
Rua Wisard, 23 – Vila Madalena
São Paulo/SP
Contatos

(11) 3093 2021
(11) 974 013 478