Logo Valor

Edital da Cedae vai depender de conselho

Edital da Cedae vai depender de conselho

Orgão terá de analisar modelo de subconcessões defendido pelo governo do Rio

Por Rodrigo Carro — Do Rio

A realização de audiências públicas em abril para discutir a desestatização da Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae) depende da aprovação – por um órgão colegiado e pelos municípios atendidos pela empresa de saneamento – do modelo de subconcessões endossado pelo governo fluminense. As aprovações são vitais para que o edital do processo seja publicado no fim deste ano.

A ideia do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é dividir a operação da Cedae em quatro lotes (correspondentes a blocos de municípios distintos) que serão licitados separadamente. Um dos fatores que complicam o avanço do processo é o fato de a Lei de Consórcios Públicos, de 2005, tornar nulos contratos de fornecimento de água e operação de esgoto entre uma companhia estadual e municípios em caso de mudança de controlador da operadora.


“(…)“É algo que adiciona complexidade à modelagem jurídica do programa [de subconcessões] uma vez que diferentes entes da federação devem entrar em acordo para que seja mantida a segurança jurídica da operação”, analisa Myller Kairo, sócio na área do direito administrativo e regulatório do escritório Eduardo Antônio Lucho Ferrão Advogados. A Cedae presta serviços em 64 dos 92 municípios do Estado do Rio de Janeiro.”

Leia mais
https://valor.globo.com/brasil/noticia/2020/01/31/edital-da-cedae-vai-depender-de-conselho.ghtml

 


Posts relecionados

Lei federal nº 14.129 deve ajudar a desburocratização estatal

A Lei do Governo Digital dispõe sobre instrumentos para o aumento da eficiência...

Logo Valor
Cade aprova compra da Transvip pela Prosegur

O advogado José Del Chiaro apontou fortes indícios de um cartel formado pelas...

Fale conosco

Endereço
Rua Wisard, 23 – Vila Madalena
São Paulo/SP
Contatos

(11) 3093 2021
(11) 974 013 478